Escolha uma Página

“Tenho talento, mas não tenho oportunidade”.

Essa frase é a campeã dos comentários em todas as postagens desta página e quero falar um pouquinho sobre isso hoje no texto da semana!

As oportunidades são poucas e não é somente no futebol, mas em qualquer profissão que ofereça altos lucros, popularidade e fama.

Uma diferença importante entre os que triunfam dos que fracassam é o seu foco de atenção.

Você pode focar no “TENHO TALENTO”, enchendo sua mente de pensamentos positivos que geram um estado emocional rico. Pense comigo: o que adianta estar cheio de oportunidades se você não sabe dar um passe, um drible, um chute? Ou seja, é melhor TER TALENTO e ter poucas oportunidades, não é mesmo?! Perceba que na vida precisamos encontrar maneiras de pensar que protejam nossos sonhos e nos deixem emocionalmente motivados para crescer.

Mas você também pode focar no “NÃO TENHO OPORTUNIDADE”, tornando-se escravo de um pensamento limitante, que gera um estado emocional pobre, que é o que 99,9% dos jovens fazem. Estes 99,9% que focam a vida nesta expressão “NÃO TENHO OPORTUNIDADE” estão afirmando que as dificuldades que precisam enfrentar são maiores do que o talento que possuem para vencê-las. De tanto repetir que não possuem oportunidades esquecem que devem criar, batalhar, gerar, fazer acontecer. 99,9% dos jovens brasileiros culpam o observador, o treinador, o futebol, o esquema, mas nunca param para pensar que precisam melhorar, desenvolver e se preparar melhor. 99,9% transferem a responsabilidade dos seus erros. É claro que nos comentários deste texto terão muito mais jovens com o discurso do “futebol é esquema”, “na minha cidade não tem peneiras”, “Só passa nas peneiras quem é rico e pronto”, porque nossa capacidade de encontrar problemas é muito maior do que providenciar soluções. Este texto não é para 99,9% dos jovens. Estou conversando agora com os 0,1% que assim como eu, possuem não somente um sonho, mas um objetivo de vida.

Eu foquei minha existência e todos os meus esforços na primeira parte da frase, “TENHO TALENTO”, e a partir disso, me envolvi, me engajei, busquei, lutei, acordei cedo, dormi cedo, superei cirurgias, treinadores que não gostavam do meu jogo, desemprego, mais cirurgias, etc… Focar no meu talento trouxe a convicção necessária para enfrentar todas as pressões, dificuldades, testes, avaliações, reprovações e desconfianças. Com essa certeza que dormi e acordei em toda minha adolescência. Esta certeza me levou e me sustentou nos dias que quis largar tudo. Esta certeza me envolveu quando pensei que não poderia mais voltar a jogar por causa de uma grave lesão no quadril.

A oportunidade é algo que se cria. A maioria esmagadora dos atletas profissionais nasceu em um ambiente simples, sem oportunidades, pobre, distante, sem muitas possibilidades, mas eles não perdiam tempo pensando nos grandes problemas e impossibilidades, porque estavam FOCADOS demais no TALENTO e nos seus objetivos. Os caras estavam conectados em transformar aquele cenário de impossibilidades em felicidade e realização.

Ao ser profissional do futebol me torno o 0,1% dos jovens que estavam tentando na minha geração. No entanto, todas as minhas atitudes eram 0,1%. Enquanto 99,9% dedicavam horas e horas em estudos e cursinhos para o vestibular onde estava eu? Assumindo os riscos do meu sonho em um campo qualquer. Enquanto 99,9% responsabilizavam os outros por reprovar na peneira, meu 0,1% decidiu melhorar, crescer e me aperfeiçoar para conseguir passar. Quando 99,9% estavam dormindo até meio dia no sábado e domingo, eu acordava às 6;00 para jogar às 8:00. Quando 99,9% estavam passando o natal ou o réveillon com a família eu estava exercendo meu 0,1% dormindo em salas de aula improvisadas para disputar campeonatos regionais escolares. Enquanto 99,9% reclamavam dos problemas, meu 0,1% encontrava soluções. Enquanto 99,9% estavam conhecendo a maconha, lança perfume, bebidas e baladas, meu 0,1% estava conhecendo meus próprios limites físicos e emocionais.

Daí depois que você se tornar o 0,1% da sua geração terá que escutar da turma dos 99,9% que futebol é esquema e que somente vence quem tem empresário.

A oportunidade sempre vai estar destinada a 0,1% das pessoas. Quando alguém te chamar de sortudo você explica para ela essa matemática!

Responde ai: Na sua geração você faz parte dos 99,9% ou dos 0,1%?

Texto: Carlos BertoldI

Deus abençoe