Escolha uma Página

A pelada com seus amigos está rolando e você está se divertindo! Vários dribles, passes, risadas e alegria! Seu rendimento nas alturas e sua confiança inabalável. Neste pequeno jogo sua preocupação é apenas uma: diversão, brincadeira, curtir o momento. Suas habilidades brotam naturalmente e quando o jogo termina você tem convicção que pode ser um craque no futebol mundial. Você está se sentindo poderoso, capaz e confiante. 

Clique aqui para saber mais sobre o curso e treinamento online “COMO PASSAR NA PENEIRA”. Dicas e informações especiais sobre testes e avaliações

Mas sábado o jogo é decisivo e você sabe que seu potencial pode fazer toda a diferença! No dia do jogo, no entanto, nada acontece. Você fica ali parado, travado, sem alegria, com medo de errar e preocupado com o resultado. Sente-se pequeno, incapaz, sem confiança e suas pernas pesam 1 tonelada. O jogo termina e a frustração toma conta de seus pensamentos. Agora, você tem apenas uma certeza: “não tenho chance!”.

O que aconteceu com seu cérebro neste intervalo de poucos dias? Como podem existir emoções tão diferentes e opostas em um espaço de tempo tão pequeno? Ora confiantes, poderosos e capazes, mas basta o primeiro grande desafio e, o que resta são pensamento negativos de fraqueza, incapacidade e para falar na gíria do futebol, o verdadeiro pipoqueiro!

Acredite! Isso já aconteceu com todos os atletas de todas as categorias do esporte. Você não é o único a ter esses sentimentos e lidar com esses pensamentos, afinal, as emoções são capazes de influenciar poderosamente nossa performance. São elas que determinam em grande parte quem vão ser os campeões e os melhores atletas da atualidade. Para você ter noção mais profunda sobre o assunto, um estudo realizado entre os 100 primeiros tenistas da ATP confirmou que tecnicamente não existe muita diferença entre o primeiro do ranking e o centésimo. A diferença está na capacidade psicológica e emocional de conseguir se concentrar da forma ideal e aplicar sua capacidade mental nos momentos de maior pressão.

Ou seja, pode ser que entre você que está lendo este artigo e o craque do time do seu bairro ou o melhor jogador da sua cidade, ou o camisa 10 da equipe profissional que você tanto sonha em jogar, pode não existir uma diferença técnica muito grande. O abismo que te separa da realização dos seus sonhos é muito mais mental, emocional e psicológico do que técnico. Isso pode parecer historinha motivacional para que você se sinta mais confiante, mas não é esse meu objetivo. Isso é fato! Vou dar um exemplo mais próximo da minha vida como atleta profissional nestes últimos 20 anos. Eu joguei com atletas do nível do Fernandinho do Manchester City e outros colegas que eram tão bons quanto ele. A diferença entre nós era pequena tecnicamente. O que fez a grande diferença ao longo do tempo foi a capacidade de aplicar o talento nos momentos mais decisivos e importantes. Isso que vai determinar se você vai ter sucesso ou não na sua vida. Não é apenas se você tem talento, é muito mais se você consegue aplicar essa potência quando o mundo mais espera isso de você! Foi aqui que o Fernandinho ganhou mais notoriedade que nós! Ele tem talento, mas outros vários atletas que estavam naquele time também tinham! O que o tornou um atleta que disputou duas copas do mundo foi a capacidade em conseguiu explorar isso nos momentos mais decisivos da vida. Independente se você gosta ou não do atleta, há de se aceitar o fato que o Fernandinho é um dos maiores volantes do futebol mundial.

Ou seja! Existem vários níveis do futebol para ser atingido. Eu aproveitei algumas oportunidades e consegui explorar meu talento em algumas ocasiões. Em outras não. Em situações chave, principalmente no começo da minha carreira, não tive a maturidade emocional para conseguir acessar o melhor que existia de mim. O resultado? Prejuízo!!! Minha carreira patinou. Perdi oportunidades. Fui recuperar o melhor de mim anos depois, quando as oportunidades eram mais difíceis. Joguei em times pequenos. Fiquei desempregado. Perdi confiança. Fui negado em vários clubes e tive que jogar por salários baixos. Tive que dar a volta por cima e graças a Deus tive tempo de conhecer e acessar com inteligência minhas emoções e dar um salto na minha carreira.

Clique aqui para saber mais sobre o curso e treinamento online “COMO PASSAR NA PENEIRA”. Dicas e informações especiais sobre testes e avaliações.

Se o talento fosse o mais importante, atletas como o Cristiano Ronaldo não treinavam acima da média. E qual é o motivo do treinamento? Ganhar confiança para ter a convicção que lá dentro de campo poderá utilizar o melhor que existe em seu potencial! Para ter a certeza que nos momentos mais decisivos seu corpo vai corresponder a grandeza dos seus sonhos. 

O menino travesso que está se divertindo na pelada com os amigos precisa ser o mesmo que vai entrar em campo na hora do momento mais decisivo da vida! O moleque alegre e descontraído que brinca na rua precisa ser o mesmo que vai para a final do campeonato! E é exatamente isso que os jogadores mais valiosos do planeta conseguem! Eles preservam o menino, a alegria, o encantamento, a felicidade. E com estas competências atingem o ápice da alta performance! 

Ótimo! E agora você deve estar ai pensando! Qual é o caminho para alcançar essa mentalidade? Foi exatamente essa minha maior dedicação nos últimos 2 anos. Transformar todas as minhas derrotas, perdas, medos. Minhas vitorias, os planos que deram certo e também os planos que deram errado. As estratégias mentais que usei e desenvolveram meu potencial e os pensamentos que destruíram minha confiança. Transformar todos os livros que li, todas as preleções que ouvi, todas as reuniões com treinadores, todos os títulos, todas as medalhas, todos os troféus, todas as lagrimas e todo o suor em um conteúdo único e especial. 

Foram 2 anos lendo, escrevendo, aplicando, experimentando na prática e estudando os melhores atletas da atualidade. Foram centenas e centenas de horas para organizar esse conteúdo inédito no mundo esportivo. Não sou o melhor volante o mundo, mas hoje, sou a melhor versão de mim mesmo, e é isso que traz alegria, confiança e satisfação para viver com felicidade e com o bem-estar que promove todas as emoções positivas que enche de alegria minha casa, minhas relações, meu dia a dia.

E qual é meu sonho? Meu sonho é compartilhar isso com todos os jovens que estão comprometidos com os seus sonhos. Comprometidos em ser a melhor versão de si mesmos. Comprometidos em vencer seus próprios limites. Esse é o ponto! E para quem entra para ganhar, o empate tem sabor de derrota! E ai? Quem é você no jogo da sua vida? Nasceu para vencer a si mesmo e ser feliz com sua vocação ou está nesse jogo para viver empatando com os medos e perdendo para a insegurança? 

Eu não aceito mais empates, porque aprendi que tenho força, capacidade, talento e o principal, uma mentalidade positiva para vencer, porque o meu sonho é sagrado e isso ninguém pode tirar de mim. 

Carlos Bertoldi